Blog

Temos o poder de  sermos o herói da nossa história!

A jornada mais compensadora é a de quem se aventura para lá do território batido das suas limitações.

Os trabalhos de Joseph Campbell sobre as grandes histórias e mitos da humanidade e os de Carl. Jung sobre símbolos, arquétipos e inconsciente colectivo têm-nos inspirado e a muitas pessoas que procuram modelos robustos para práticas de descoberta e crescimento pessoal.

Tags: ,

A Consciência Normal ou comum integra-se em sistemas e modelos pré-estabelecidos, seja ao nível de relacionamentos, de auto-imagem, de projectos de vida, seja ao nível da produção de conhecimento.

Quando surge um desajuste, ou mesmo uma ruptura, e se manifestam alterações das estruturas habituais do psiquismo, podemos dizer que a Consciência está em sofrimento - é a Consciência Patológica. A consciência desequilibra-se numa vasta gama de diferentes doenças e perturbações.

Habitamos o corpo e o corpo espera por ser vivido.

O corpo com a sua espessura, o seu peso, o seu calor, o seu ritmo, os cinco sentidos em relação com a existência, é algo para ser sentido e ser escutado – é o suporte da vivência humana.

Des-velar o corpo em consciência é mergulhar na apreensão da consciência em unidade orgânica, fisiológica, afectiva, intelectual, intuitiva. O corpo é o lugar onde se pode abrir uma porta de re-encontro contigo próprio.

Essa é a experiência única que penetra com emoção todo o teu psiquismo e o transforma. A vivência do corpo coloca-o na tua consciência e aprofunda o teu sentimento de realidade e de capacidades próprias e recursos.

Por isso, retorna a ti, amplia a consciência da tua unidade corpórea e sensorial, conquista o espaço em que a vivência te ensina a unidade entre corpo e espírito.

Escuta-se o corpo nesse espaço de encontro entre a sensação e o espírito, que assim se amplia e fortalece, trazendo mais coerência e presença. Escuta sem ‘a priori’. Escuta com a simplicidade de criança.

Tags:

logo pqueno branco

Newsletter