Blog

Poder Pessoal – ter mais Liberdade para dirigir a sua vida

“A forma mais comum de perder o seu poder é pensar que não tem nenhum” - Alice Walker.

O tema do poder está presente na natureza humana, em todas as suas actividades.

Ao comunicarmos, quase inevitavelmente fazemos também uma demonstração de poder. 

No Coaching e Terapia, na visão da PNL, o grande objectivo que está sempre em cima da mesa, ainda que de uma forma implícita, é devolver o poder ao cliente, ajudando-o a exercer e manifestar a sua liberdade de escolha. Podemos chamar a esta directiva o princípio da Causa e Efeito. Estar no lugar da Causa significa dispor de opções comportamentais e ter a firme decisão de ser director da sua vida, por contraste com a situação de Efeito, em que não há liberdade de escolha e as pessoas se sentem vitimas de algo que as ultrapassa.
Para alguém usar o seu poder, precisa de se reconciliar com as suas derrotas e com o sentimento interior de ser vulnerável. Como alguém disse, só merece a vitória (o usufruto do poder) quem soube lidar com derrotas.

Um exemplo, que eu costumo citar nos meus cursos de PNL, de alguém que soube manter-se em Causa mesmo em condições de vida muito duras é o de Nelson Mandela.
Apesar de preso, condenado a uma pena sem limite numa prisão de alta segurança, Mandela conseguiu manter o seu espírito livre, dirigindo a qualidade dos seus pensamentos e sentimentos. Desta forma, quando foi inesperadamente libertado, ele foi capaz de assumir uma posição exemplar de equilíbrio que foi determinante para a transição pacífica que marcou o fim do regime racista na África do Sul.
Não somos todos Mandela, no sentido de força de carácter perante adversidades. 
Mas…porque não?
Felizmente a maioria de nós não é sujeito ao mesmo nível de adversidade. Estar no lugar da Causa é algo que pode ser treinado no dia a dia, sempre que assumimos responsabilidade pelos nossos actos e pela qualidade dos nossos estados, nas várias dimensões: física, mental e espiritual.

Um passo para estar no lugar da Causa e desenvolver o seu poder é aceitar a realidade objectiva do seu estado actual, por mais desagradável que seja. Sem este passo, de aceitação que não é resignação, dificilmente outros se poderão dar com consistência. 

É como usar um mapa, precisamos de saber para onde queremos ir…mas também o lugar de onde partimos.

Ao aceitar o estado actual, nós não prescindimos do poder de o alterar, mas escolhemos não desperdiçar energia a lutar contra ele.  E ganhamos uma posição no mapa. Nenhum mapa é útil sem se saber para onde se quer ir mas fundamentalmente sem se saber onde se está.

A vida está repleta de eventos que não controlamos, mas a desistência de assumir a direcção é tão má como a obsessão do controlo.
Na equipa Voar a Cores, criámos o workshop 'Self Coaching e Poder Pessoal com PNL', centrado no tema do Poder Interior. Repleto de exercícios práticos de auto coaching, de PNL e Relaxamento Dinâmico, este evento tem ajudado muitos participantes a encontrar e desenvolver a sua fonte de Poder e de autonomia activa.
 vídeo: https://youtu.be/FRpvxQ3YuwQ

Tags: , ,

Adicionar comentário

logo pqueno branco

Newsletter